Koeien in de weide
Stichting Gebrs. de Jong's Leen

O Prêmio Tjeerd de Jong 2011

Para o Prêmio Tjeerd de Jong 2011, foram nominados três estudantes do curso de Ciências Animais da Wageningen UR, que durante a fase final de seus estudos participaram do grupo de Pesquisa de Mestrado (Research Master Cluster). No contexto desta matéria, eles formularam propostas para seus próprios projetos de pesquisa, com as quais concorreram ao prêmio.

Em 2011, o júri consistiu de dois professores de ciências da universidade, e uma delegação da direção da Fundação.
• Prof. Dr. Engo Bas Kemp - Diretor WIAS
• Prof. Dr. Engo Johan van Arendonk – Decano da Wageningen Graduateschool
Os jurados da Fundação foram Prof. Dr. Herre Kingma, presidente da Fundação, e Erik Meijer, membro da direção da Fundação e responsável pelo controle do progresso nos estudos dos bolsistas.

Entrega do Prêmio Tjeerd de Jong 2011

Na sexta-feira 4 de Novembro de 2011, as salas do conselho no centro de direção da Wageningen UR foram palco de uma reunião muito exitosa, na qual foi entregue o Prêmio Tjeerd de Jong 2011. Entre os interessados presentes encontravam-se ex-bolsistas, funcionários da universidade e familiares.

O presidente do Conselho de Direção da Wageningen UR, Dr. Aalt Dijkhuizen, deu as boas vindas aos presentes. Em seguida, Johan van Arendonk explicou o protocolo da entrega do prêmio. Herre Kingma tomou a palavra em nome da Fundação Gebroeders De Jong's Leen, e falou sobre a história da Fundação.

Havia três nominados para o Prêmio Tjeerd de Jong 2011. Carmen Embregts, com seu plano de pesquisas para melhora do sistema imunológico de peixes. Henrieke Tonkes com seu plano para pesquisar plâncton na água marinha na região ártica. E Corné Rademaker com seu plano para pesquisar a redução de fósforo na alimentação de galinhas.

Frente ao júri e ao público, cada um deles teve alguns minutos para apresentar seu plano de pesquisa. Após cada apresentação, havia oportunidade para perguntas do público, que foi aproveitada por muitos. O público, que em parte consistia de leigos, fez também perguntas que não se relacionavam diretamente ao conteúdo, e isto provou ser um bom exercício para os nominados.

Após amplas deliberações entre os jurados, Henrieke Tonkes foi escolhida como vencedora do Prêmio Tjeerd de Jong 2011. Corné Rademaker terminou em segundo lugar, e Carmen Embregts mereceu um honroso terceiro lugar.

Henrieke Tonkes recebeu o cheque simbólico de 2.000 euros, além de flores e o copo da vaca. Ela vai usar este dinheiro para tirar seu diploma de mergulho científico, para poder trabalhar também debaixo da capa de gelo polar, durante suas pesquisas no Ártico.

Por causa do alto nível das apresentações e dos planos de pesquisa, foi decidido oferecer um prêmio também aos outros dois nominados. Corné Rademaker e Carmen Embregts receberam 1.000 euros cada, além de flores e o copo da vaca. Corné disse que pretende fazer um estágio na Universidade de North Carolina. Carmen quer ampliar seu conhecimento na Universidade de Aberdeen.

Gebroeders De Jong's Leen deseja aos três muito sucesso em suas carreiras científicas, e espera que o prêmio tenha sido uma ajuda para poderem concretizar seus objetivos.

Abaixo se encontra uma foto da entrega do prêmio. No ano que vem, novamente em colaboração com a Wageningen UR, será entregue o Prêmio Tjeerd de Jong 2012.

No meio, a vencedora Henrieke Tonkes, ladeada por Carmen Embregts, Corné Rademaker e a direção da Fundação de Benefícios Het Leen, após a entrega do Prêmio Tjeerd de Jong 2011.